Saudade imprópria

A saudade surge nos momentos mais impróprios e hoje ela bateu junto com a lembrança da cara de safada que você faz quando está prestes a gozar. Quero sentir seu gosto mais uma vez, te deixar molhada mais uma vez, te preencher mais uma vez e para sempre dessa vez.
Te convenci a me encontrar em nosso lugar secreto. Eu te conheço bem, sei que você separou a roupa que eu iria arrancar, perfumou as partes que eu iria lamber e depilou um caminho que eu já sabia de cór. Ao entrar no meu carro notei que você também estava com saudades, assim como estava sem calcinha.

O cheiro doce de safadeza acasalava com o palpitar do coração ao sentir o toque suave da sua pele mais uma vez. Não trocamos palavras, apenas línguas. Já sabíamos o que iríamos fazer e não houve preliminares, você apenas me atacou como uma felina.

Desabotoei minha calça com pressa enquanto você saltava de pernas abertas no meu colo. Vidros embaçados, ar-condicionado ligado, o som no máximo e os bancos trincando. Alças baixadas, mordo seus seios, você me cavalga incansável e com vontade. Para cima para baixo, frente e trás. Empurro meu quadril para ir mais fundo, um grito de prazer. O líquido escorre junto com a saudade enquanto sua cabeça relaxa e arranho com carinho suas costas.

Você nunca foi minha, mas agora sei que sempre fui seu, e espero que esse abraço suado dure por todo nosso tempo.

GOSTOU? ENTÃO COMPARTILHE...

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

BAIXE SEU LIVRO DIGITAL

Os mais lidos da semana

SOBRE O AUTOR

Todo amor nasce de uma necessidade, e foi por uma necessidade que surgiu o perfil no Instagram @meninajoguese.

O Poeta Selvagem Érico Renato Almeida é Auditor Fiscal da Receita do Estado do Paraná e escreve crônicas poéticas que desconstrói a forma de pensar sobre relacionamentos, além de vídeos para o Youtube e Lives semanais.

O perfil cresce a cada dia com mulheres que encontram seu valor e acrescentam cada vez mais loucura e autoestima em suas vidas.
Portanto, hoje eu tô selvagem e a selvageria já vai começar.

Se inscreva em nossa lista!

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!