Ela sobre o amor

Tudo o que ela entende sobre o amor parece ser uma mentira. Ensinaram a ela que o amor é nobre, é divino, é fraterno e que pode até curar. Mas tudo que ela recebeu foi dor, foi sofrimento, foi saudade. E a pior parte é que nada disso foi culpa dela, ela lutou o suficiente para dizer que cedeu o seu quinhão daquilo que bate forte em seu peito. Acontece que esqueceram de dizer a ela que o amor não é uma linha reta entre a vontade e o desejo. Não ensinaram a ela que no amor também existe a mágoa, a tristeza e todo um emaranhado de sentimentos que estão ali como se para testar a necessidade do amor.

Ela é forte, mas por não entender muito bem essa força acaba exibindo somente a sua ansiedade em ser feliz, e é aqui onde as pessoas acham que ela é fraca, mas ela não é, pelo contrário, é na sua dedicação que se encontra sua maior virtude. 

É difícil ela aceitar que a saudade faz parte de algo que serve para curar, e que é essa agonia que grita em seus ouvidos a enganando, afirmando que ela nunca mais amará ninguém.

Ela pode ser forte, mas também é inocente. Como ela pode prometer algo que não pode cumprir? Essa menina não nasceu pra sofrer, ela foi feita mesmo para amar sem ao menos saber o porquê. Mesmo que ela se torne a melhor amiga da solitude, ainda assim, aquela pontinha de desejo de ser amada vai continuar ali, só aguardando um pouco de luz que a reciprocidade pode dar, e umas gotinhas de afago sincero.

Um dia ela vai entender que amar é doar algo que o outro não tem e que ela quer também.

GOSTOU? ENTÃO COMPARTILHE...

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

BAIXE SEU LIVRO DIGITAL

Os mais lidos da semana

SOBRE O AUTOR

Todo amor nasce de uma necessidade, e foi por uma necessidade que surgiu o perfil no Instagram @meninajoguese.

O Poeta Selvagem Érico Renato Almeida é Auditor Fiscal da Receita do Estado do Paraná e escreve crônicas poéticas que desconstrói a forma de pensar sobre relacionamentos, além de vídeos para o Youtube e Lives semanais.

O perfil cresce a cada dia com mulheres que encontram seu valor e acrescentam cada vez mais loucura e autoestima em suas vidas.
Portanto, hoje eu tô selvagem e a selvageria já vai começar.

Se inscreva em nossa lista!

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!